29 de novembro de 2014

Pra você....

Gosto quando me falas de ti...
  
Gosto quando me falas de ti... e vou te percorrendo
e vou descortinando a tua vida
na paisagem sem nuvens, cenário de meus desejos
                                                              [tranqüilos

Gosto quando me falas de ti... e então percebo
que antes mesmo de chegar, me adivinhavas,
que ninguém te tocou, senão o vento
que não deixa vestígios, e se vai
desfeito em carícias vãs...

Gosto quando me falas de ti... quando aos poucos a luz
vasculha todos os cantos de sombra, e eu só te encontro
e te reencontro em teus lábios, apenas pintados,
maduros,
mas nunca mordidos antes da minha audácia.

Gosto quando me falas de ti... e muito mais adiantas
em teus olhos descampados, sem emboscadas,
e acenas a tua alma, sem dobras, como um lençol
distendido,
e descortino o teu destino, como um caminho certo, cuja
                                                                  [primeira curva
foi o nosso encontro.

Gosto quando me falas de ti... porque percebo que te
                                                                    [desnudas
como uma criança, sem maldade,
e que eu cheguei justamente para acordar tua vida
que se desenrola inútil como um novelo
que nos cai no chão...


( Poema de JG  de Araujo Jorge do
 livro "Quatro Damas" 1a ed. 1965 )

27 de novembro de 2014

Pensativa....

Sumida é pouco .. Meu amores... hehehe
Na verdade estava com preguiça e desanimada pra escrever ..mais hoje resolvi ...
nesses quase  5 dias sem escrever nada aconteceram muitas coisas ... E uma  delas e que fui promovida .....hehehe...
E como estou em uma fase de preparação do meu casamento são vários sentimentos que vem a tona uma hora você está feliz outra hora quer desistir de tudo e aqui para nós eu não pensava que era tão ruim isso...  Mais apesar disso ate que gosto...   Ver o povo me enlouquecendo.....  Adoro conhecer pessoas estranhas... e tudo que esse mundo de casamento pode oferecer 
O que eu estou pensando agora...

Eu tenho medo de acreditar em você, de te desejar tanto tanto e acabar descobrindo que eu ainda tenho um coração e que ele ainda pode amar muito alguém. Não, eu digo a mim mesma, eu não vou me apaixonar e nem desejar saber tudo ao seu respeito, querer conhecer sua família  e ser apresentada aos seus amigos. Você não sabe, mas quando eu chego em casa eu repasso cada palavra que você disse, cada gesto que você fez, cada beijo seu e me pergunto se vale mesmo a pena... 
Quase uma noiva em fuga....