2 de outubro de 2014

Não me pergunte o porque...

Olá..
 estou aqui na minha caverna procurando um livro que possa ser perdido por ai,
 mas descobrir que meus livros estão todos rabiscados
 aff
 fiquei surpresa com essa mania que tenho desde criança..
Sempre gostei de ler. Desde pequena

E sempre fui muito ciumenta com meus livros.
 Mais realmente não fazia ideia que era para tanto.

Agora estou no desafio:
 Desapegue-se de seus livros. Olhe-os como algo que já cumpriu o seu papel e que está na hora de levar sua história para outro lugar, outro olhar, outra pessoa. Certamente ele vai chegar a algum lugar....

Mais tudo isso não é tão fácil quanto parece não se deixe enganar por minhas palavras os livros queridos são difíceis de libertar.. Mas é um exercício que podemos tentar
Agora lembrando-se do passado com muita alegria...... 


Nunca gostei de escrever meu nome em livros sempre rabisquei para o tempo..
 É por incrível que pareça às vezes nós mesmos temos as respostas para as nossas próprias perguntas.
 É só refletir...
 Como o tempo guardar as coisas...
Exemplo disso é o rabiscos de uma criança de apenas nove anos de idade o que ela tinha em mente em 92 para rabiscar algo desse tipo.
Muito bem, vamos fazer um balanço.
O Que temos até agora?
Exercício intelectual....
Primeiro: Envolve-lo abrindo-se para ele...
Segundo: Inverter os papeis.
Terceiro: Ajuda-lo a se abrir plenamente.
- Na verdade juntos formamos uma grande Dupla...
Confesso que estas palavras mexeram com o meu pensamento atual...
Tipo assim?
Que é no tempo e no silêncio que encontramos o antes o agora e o depois.


30 de setembro de 2014

Pensando...

Hoje estou me sentindo como uma odisseia no espaço
  Com uns 200 anos..
Aquela velha calça jeans diz muito mais do que qualquer palavras.
 O blue......
Tem cheiro do seu dono..