5 de fevereiro de 2014

μελαγχολία -




De volta quando eu era uma criança, antes que a vida removesse toda a inocência

Meu pai me levantaria bem no alto e dançaria comigo e com minha mãe e então

Me rodaria até eu cair no sono

E então me carregaria escada acima

E eu sabia com certeza que era amado

Se eu pudesse ter outra chance, outra caminhada, outra dança com ele

Eu tocaria uma canção que nunca, nunca iria acabar

Como eu adoraria, adoraria, adoraria

dançar com meu pai de novo

Quando eu e minha mãe discordávamos

Pra fazer do meu jeito eu corria para ele

Ele ma fazia rir, só para me confortar, sim, sim

Então finalmente me colocava a fazer o que minha mãe disse

Naquela noite, mais tarde, quando eu estava dormindo

Ele deixava um dollar em baixo de meu cobertor

Nunca sonharia que ele partiria para longe de mim

Se eu pudesse roubar um último olhar, um último passo, uma última dança com ele

Eu tocaria uma canção que nunca, nunca iria acabar

Pois eu adoraria, adoraria, adoraria

dançar com meu pai novamente

Às vezes eu escuto através da porta do quarto dela

E a ouço, mamãe chora por ele

Rezo mais por ela do que por mim

Rezo mais por ela do que por mim

Sei que rezo por muito além da conta

Mas Você poderia mandar de volta o único homem que ela amou?

Sei que Você não faz isso com freqüência

Mas Senhor, ela morreria

por mais uma dança com meu pai

Toda noite quando caio no sono isso é tudo o que eu sonho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.