28 de janeiro de 2013

O que nos resta?


Quem honra aqueles que amamos com a vida que levamos?
 Quem manda monstros para nos matar, e, ao mesmo tempo, diz que nunca vamos morrer?
 Quem nos ensina o que é autêntico e a rir das mentiras?
Quem decide por que vivemos e o que morreremos defendendo?
Quem nos acorrenta?
 E quem guarda a chave que pode nos libertar?
 É você. Tem todas as armas de que precisa?.
 Durante este mês de janeiro convivendo com uma história cativante, alucinante e principalmente excitante É assim que descrevo o livro Belo Desastre.

 E aqui pra nós foi uma das minhas melhores leituras é um livro que ganhou destaque na minha coleção de livros favoritos e tem o titulo de não empestável.

 Lê suas ultimas páginas, na madrugada de sábado dentro de um avião voltando para casa foi um desafio e tanto.

 E devo dizer a vocês que no final do livro fique um tanto apreensiva. E na expectativa pelo segundo volume de Walking Disaster que esta com a previsão de lançamento para o dia 16 de abril de 2013.

Entretanto o destino às vezes pode ser um tanto irônico, mas no final sempre tem esperança. Vale muito à pena ler.( Um livro lido pela metade é igual te vivido sua historia  pela metade).

(Pelas vitimas do incêndio de Santa Maria).
Perder os que são queridos é viver o desastre a cada dia. Quando os jovens, por motivos vários, se ausentam do nosso convívio para sempre, fica uma mágoa e revolta tão grande que só esse tempo que acompanha poderá transformar esses sentimentos numa saudade mais serena.

O que nos resta?
Ficarmos cada vez mais humanizados perante o mundo e ao nos debruçarmos sobre ele estar a homenagear aqueles que partiram para nós, só fisicamente.

Que Deus a acompanhe assim como a esses pais desesperados.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.