25 de janeiro de 2013

"Na na na na-na! Na na na-na-na-na!"





Pedro, Pedro, você não quer que eu comente sobre esse video né?.

"Na na na na-na! Na na na-na-na-na!"

"Na na na na-na! Na na na-na-na-na!"

 Eu diria a você onde John funcionou, mas ele não está mais com a gente. John viveu no condado de kings e foi à pessoa mais carinhosa que eu já conheci. Ele ensinou Inglês em Nova Jersey e foi insensatamente influente, ele era gentil, um escritor e professor incrível, ele legitimamente se preocupava com seus alunos, e ele nunca falou com raiva, mas era sempre firme, ele era uma das pessoas mais fortes que eu conhecia, e ele sempre foi sincero.

Quando ele foi diagnosticado com câncer, ele não parou o ensino. Ele continuou a cada dia e quando o trajeto se tornou demais por causa de sua quimioterapia, ele começou a ensinar em sua casa. Infelizmente, ele teve uma recaída e faleceu. Esta submissão não é sobre contar uma triste história é que as pessoas possam ver que, mesmo depois de passar por algo tão extenuante John continuou a fazer o que ele amava, ele escreveu, ele ensinou e viveu.


Afinal, seres humanos são seres sociais, têm de viver em sociedade e lidar uns com os outros. Observar a realidade como ela é por intermédio da observação interior — isso é conhecer-se a si mesmo direta e experimentalmente.

Um comentário:

  1. E compreendo muito bem o que você quis dizer sobre o vídeo você diz as coisas de uma forma diferente mais eu entendi o recado.. E por isso que eu ti adoro. Beijão
    Pedro.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.