25 de julho de 2012

Tarde de inverno pensamento viajando em possiveis rotas


Naquela tarde de inverno, o vento fresco soprava a cortina do quarto antigo como se fosse uma seta do cupido enamorando sua amada sorridente e tão distante que caiam, delicadamente pelo ar. Seu estômago vazio da simplicidade deixava sem ser notada a tremedeira, abalando suas estruturas daquelas sensações que o invadiam como a do dia anterior.


Era tudo tão familiar e ao mesmo tempo em que movia a curiosidade ao seu respeito tornava-se um objetivo tão novo sem ser percebido.
 
Que o tempo parava em seu pensamento Infanto-juvenil de tão rápido e repentino a noite começava adormecer quando seus pensamentos voltavam a perturbar o seu espirito.

Deitado eu sua varada olhava profundamente para o céu vazio a procura das respostas que o medo apresentava em suas palavras recordadas, daquele mundo tão estanho.

O que fazer para sobreviver a sua primeira vez?

Em um mundo de outros tempos de outras eras esquecidas, abandonadas perdidas as suas necessidades de sobrevivência.

Com qual cor se deve pintar uma árvore antiga que foi esculpida á mão, sentada em uma cadeira de balanço?  Será que se deve pintar com a pureza dos pensamentos?


E você como pintar sua árvore antiga?


É tão estranha essa nuvenzinha parecida com um algodão doce que circular lembrança feito um raio do aro de uma bicicleta, um chip sem controle cortado á tesoura nossa memória.


Que faz o mundo ser o mesmo, e as árvores que aqui viver serem as mesmas? São tão  poucas que  mudaram.

Mas o refúgio da sua alma não é a mesma apenas os desejos alheios são os seus sonhos.


É muito interessante se fazer estar na vida de qualquer árvore porque o motivo esse percurso é tão desconhecido como as lembranças que sempre usa de um padrão ou uma lógica para ser seguido, ou um caminho a ser percorrido. Antes que se esqueça de tantas recordações.


Ou simplesmente olhar para os lados e segui em frente. Mas aqui, esse é o nosso mundo, e não vai adianta de nada virar as costas nem fechar os olhos, porque querendo ou não o antivírus não é barrado.


Porque a um conjunto de dois seres, duas razões, e dois corações. Misturado com muita loucura, insensatez, insana da loucura que não poderia vive sozinha.


É uma das respostas mais transparente que um ser humano pode dizer. 

(Amar loucamente é nunca desistir de amar loucamente).

Porque negar ao mundo o que se sente é viver desesperado, ansioso, dolorido, é viver cada dia mais distante dos seus pensamentos mais ardente. Porque tudo causa constrangimentos, e aborrecimentos.

Às vezes tem coisas que nos aproxima como o amor, a paz, a solidão, a saudade e o choro e outras que nos faz distancia. Mas isso não quer dizer que não vai estar eternamente em nossos corações.


Porque quando uma árvore está na fase da maturação ela que ter a oportunidade de ver sua floração. Convidar a esticar sua toalha no dia de verão em um picnic bem francês com direito a camembert, paté de canard, presunto, bisnaga, salmão defumado, frutas, sorvete.  pronto.


Cortador de grama pode se instalar na grama eu deixo!!!.rsrsrs.....

Um lindo dia amorés!!!!

 

Um comentário:

  1. Meu coração deixa eu se o seu Cortador de grama. To Morrendo de Saudade sonho meu. Esse seu sorriso me faz sonhar com um carinho.
    ti amo, ti amo em qualquer linguagem...
    obrigadoooo pelo convite do seu aniversário, eu não vou perder essa aventura por nada nesse mundo. Porque É uma delicia esta ao seu lado minha flor.
    4 de Agosto Promete....
    Beijos..

    Paulo Barreto....

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.