28 de outubro de 2011

Um dos papagaios mais falantes do mundo!


Essa ave pesa cerca de 400 gramas, e possui aproximados 45 centímetros de comprimento. Sua coloração é verde, o encontro das asas e a base da cauda são vermelhos, e há mais duas tonalidades adicionais: o azul e o amarelo, encontrados, respectivamente, na fronte e na área próxima aos olhos. O bico é negro, característico, e os olhos são alaranjados, com pupila negra. Machos e fêmeas são semelhantes, ou seja: não apresentam dimorfismo sexual.


Sua alimentação é à base de castanhas, sementes, frutas, folhagens e broto. No caso de indivíduos de cativeiro, geralmente a ração é o componente principal referente à sua nutrição. Usa as patas, geralmente a esquerda, para segurar a comida e levá-la à boca.

Quanto à reprodução, este período tem duração de cinco meses, resultando, geralmente, em quatro ovos por estação. Eles são depositados em troncos ocos ou buracos de barrancos, e chocados por tempo um pouco menor que trinta dias. Os filhotes saem do ninho aproximadamente 60 dias após seu nascimento, e tornam-se independentes. A maturidade sexual é atingida geralmente aos cinco anos de idade.

Um único papagaio-verdadeiro pode viver em torno de 80 anos, acompanhado do seu par. Assim, podemos dizer que são monogâmicos. O casal costuma ficar mais isolado durante o dia, juntando-se ao seu bando ao fim do dia.

Os maiores predadores do papagaio-verdadeiro são aves de rapina e carnívoros. No caso de seus ovos e filhotes, tucanos e serpentes podem ser acrescentados à lista. A estratégia principal da A. aestiva para se defender de seus predadores é permanecer imóvel e silenciosa.

Como é receptiva, inteligente e possui exímia capacidade de imitar sons humanos, a procura pela A. aestiva é consideravelmente grande. No entanto, em muitos casos, a ave é adquirida pelo mercado paralelo, fato esse que propicia o manejo insustentável, práticas de maus-tratos a esses animais e, não raramente, exploração de mão de obra humana. Graças a essa atividade ilegal, e à destruição de seu habitat, o papagaio-verdadeiro está em risco de extinção em algumas regiões do país. Em outras, essa espécie tornou-se bastante numerosa, em razão da fuga de indivíduos de cativeiro.

Uma ótima tarde amor deixa terminar de chegar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.