2 de julho de 2011

Inspire-se, emocione-se e divirta-se

Estou em falta com os leitores deste meu cantinho, Mas, aos poucos tentarei melhorar minha presença virtual.
 é que estou destinada a percorrer a imensidão do espaço, sempre procurando por novas fontes de energia, não tenho escolha… Será que devo penetrar a Galáxia Negra e destruir tudo o que possa existir lá?

Não faço por ódio ou ambição, pois são emoções inferiores! Faço porque preciso…

Tenho até que concordar em gêneros números e grau com suas palavras.

Triste do ser humano que, ao deitar, não consiga lembrar-se de um momento especial ou de uma velha canção no rádio, de uma fotografia antiga, até mesmo de uma carta em um papel amassado e de letras quase invisíveis pelo tempo.

É triste saber que, em um mundo tão grande, ninguém se lembra de você. Ninguém se lembrar das suas palavras ou de suas feições, muito menos do que sentiu por você.

É simplesmente, triste.

Quem sabe um dia tudo isso não seja um reencontro mais que marcante...

Beijos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.