16 de maio de 2011

SEUS OLHOS.




Seus olhos, tão negros, tão belos, tão puros,

de vivo luzir,

Estrelas incertas, que as águas dormentes

do mar vão ferir;

seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,

de meiga expressão

mais doce que a brisa, — mais doce que a frauta

quebrando a solidão.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,

de vivo luzir,

são meigos infantes, gentis, engraçados

brincando a sorrir.

São meigos infantes, brincando, saltando

em jogo infantil,

inquietos, travessos; - causando tormento,

com beijos nos pagam a dor de um momento,

com modo gentil.

Seus olhos são negros, tão belos, tão puros,

assim é que são;

às vezes luzindo, serenos, tranqüilos,

às vezes vulcão!

Às vezes, oh! sim, derramam tão fraco,

tão frouxo brilhar,

que a mim parece que o ar lhes falece

e os olhos tão meigos, que o pranto umedece,

me fazem chorar.

Assim lindo infante, que dorme tranqüilo,

desperta a chorar;

e mudo, sisudo, cismando mil coisas,

não pensa — a pensar.

Nas almas tão puras da virgem, do infante,

às vezes do céu

cai doce harmonia duma harpa celeste,

um vago desejo; e a mente se veste

de pranto co'um véu.

Eu amo seus olhos tão negros, tão puros,

de vivo fulgor;

seus olhos que exprimem tão doce harmonia,

que falam de amores com tanta poesia,

com tanto pudor.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,

assim é que são;

eu amo esses olhos que falam de amores

com tanta paixão.

Gonçalves Dias

Do livro: "Livro do Corpo", LP&M Editores, 1999, RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.