8 de fevereiro de 2011

Tudo na vida pode ser uma grande loucura.

Boa noite amor dos meus sonhos!!..
 Pois bem se você sonha-se como eu sonho ou se deseja-se como eu desejo teríamos tudo para trazer esse sonho ou essa loucura a realidade.
Mas claro isso vai de pessoa para pessoa e eu não posso deseja que você seja igual a me, pois bem até porque eu costumo definir as coisas pela sua intensidade pelo seu desejo e quem saber até por uma boa resposta.
Se algum dia já disse algo que fez você pensar de outra maneira isso que dizer que achei a cura. Então tá na hora de finalmente ligar o piloto automático, não sei bem se vou sorrir ou chorar mais tudo é uma subjetividade. O futuro externo apenas me espera o jogo pode-se dizer que chegou ao fim e o que parecia ser tão interno hoje me sufoca. Eu sempre vou amar viver muitas emoções. É estranho... né?! Mas ainda assim prefiro o sobe e desce de tudo mesmo embora pareça às vezes uma boa loucura daquelas das boas que só quem viveu saber o que estou falando.
É muito estranho como, ao fechar os olhos, e não conseguia se ver sozinha. Sentir se como se cada cadeira vazia ao redor fosse apontar exatamente para onde nasce a dor. E, assim, que ela não era mais ela. Totalmente desconcentrada em ser algum tipo de Sol e se perdia. Perdia-se nas notas e nos medos; nas faltas e na dor. O que costumava trazer paz não a prendia mais. E, então, ela se entregava ao que lhe confundia os sentidos, ao que levava podia levá-la mais longe da falta que ela sentia - seja através da loucura, seja através da anestesia. Mas, por fim, percebeu que a resposta vinha do sentido oposto. Agora, procurava incessantemente algo que lhe acalmasse os sentidos, que lhe apaziguasse os sentimentos, para que ela pudesse se entregar ao som e à alegria de se doar... Dessa forma, ela procurava o amor. E, aos poucos, sei que vai encontrar.
Amar assim, de forma tranqüila, me parece estranho. Eu, sempre tão cheia de ímpeto e vontade de engolir o mundo, me vejo agora só querendo engolir você. Tão serena quanto eu sonhava ser, em relação aos meus sentimentos, estou sendo agora, em resposta a sua infalível capacidade de me ganhar. E mesmo quando meus hormônios fervem e desejo matar o mundo, a tua voz é que me mata me doma, me acalma. E, assim, descanso em seu peito, como qualquer criança com sono.
Teu amor me inspira liberdade, me traz vontade. E, sem que eu perceba, planejo coisas nunca antes cogitadas, me comporto como alguém de mais idade, tudo isso na intenção de alcançar a eternidade, para me cobrir de fogo e água. Eu sei que sou tudo o que gostaria de ser e o não gostaria também sou a mistura da razão e a emoção, do impulso de menina junto com a imprudência de uma mulher. Eu simplesmente sou um ser.
 E assim têm sido as grandes aventuras da minha vida neste planeta. Algumas vezes buscando  uma coisa e acabo encontrado outra e conseguido exatamente o que almejavam, mas com um alto custo nos quais desses  não estava preparada  sem fala nas vidas perdidas. Apesar desses percalços, as grandes expedições conduzidas pelo homem são responsáveis por um legado inestimável, que vai da descoberta de novas terras e povos até a elaboração de uma das mais impressionantes explicações científicas para a origem e evolução da vida.
Chegar até o ponto mais alto e tão desafiador que muitos só conseguem depois de anos de tentativa. Eu sei que a subida e muito mais perigosa do que a decida e como se estivéssemos pisando em ovos. Mesmo não havendo rotas traçadas para o sentimento e não sabendo  o que poderia  encontrar será como  o  corpo reagiria a algo desconhecido será que seria uma   fenda profunda escondida sob uma fina camada de neve.ou quem saber uma busca desesperada por novas rotas ou é uma batalha contra si mesmo?..
Pois bem, já que tudo beira a loucura. O que me resta agora é voltar ao trabalho firme e forte mesmo com uma carinha de sono..
Bjs!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.