15 de fevereiro de 2011

Ta na hora do conto!...

 O  conto do sapo monstrinho apaixonado.
O sapo monstrinho se encontrava sentado na lagoa da paixão ele sentia-se esquisito e  não sabendo definir o que estava sentindo naquele exato momento,  se estava contente ou se estava triste.
Durante a semana algo tinha atormentado o seu juízo.  Ele andava como se estivesse sonhando com aquela loucura que desejava fazer há tempo.
 O  que será  que ele teria em mente?
Andando sem destino em seu porto seguro, quando avistou varias mulatas que as questionar - Sapo sua aparência esta horrível, você não estás com muito bom ar. O que é que tens?
O sapo monstrinho respondeu: Tenho vontade de rir e de chora ao mesmo tempo e aqui dentro de mim tem uma coisa que está à procura de amor e carinho e isso não para de fazer Tum-Tum.
Assim as mulatas responderam para o sapo: coitado você foi enfeitiçado  é melhor voltar pra casa e se meteres-te na cama.
Mas o sapo e muito teimoso. E continuou o seu caminho mesmo muito preocupado. Mesmo assim ele deu uma rápida parada na casa da meretriz. Seu refúgio secreto. Aonde por um minuto o sapo monstrinho deixar ser do povo é assim  que ele aproveitar a dança as músicas as variadas bebidas. E mais a danada da 51 sempre o acompanha é o seu talismã da sorte. Talvez seja o seu próprio encontro com sua natureza. Mesmo não se sentindo bem o sapo passou aquela noite na farra. Ao voltar-se para sua lagoa da paixão. Ele encontrar com o seu amor toda maquiada e de unhas feita saindo para toma o seu banho de sol.  
O sapo muito atrapalhado ao ver sua amada de biquíni – falou uma vez fico com calor e a outra fico com frio.  Sua amada perguntar  e agora o que você tá sentindo ele responde:- amor e frio. -Ainda dizendo para ela é uma coisa aqui dentro que faz Tum-Tum quando ti vejo. Sua amada menina diz: hum ta na hora de procurar uma médica talvez ela possa curar o que está sentindo. Se não tive remédio que o curem à única coisa a fazer é você procurar aquilo que deixar o seu coração fazer Tum-Tum.
Então ele se senta um bocadinho ao seu lado e fica admirando o tempo todo. Só que sua mente não para um só minuto querendo adivinhar o porquê ele amar tanto aquela menina  Essa por sinal  não faz a minima idéia de quem ele seja realmente . Para ela, ele  é um sapo monstrinho. Mais será o que está por trás daquela aparência de sapo monstrinho?.
Suas amigas  mulatas o aconselhou  procura um pajé dizendo elas que ele teria a  resposta para tudo e como aquilo deveria ter acontecido que ele deveria buscar no grande livro todas as respostas que  o desejava. O que o sapo estava sentindo não era sintomas de doenças mais  a única doença que ele tinha era a da alma que seu coração batia acelerado feito uma flor ao vento. E que a resposta estaria há onde tudo começou.
O sapo monstrinho ficou tão surpreendido ao descobrir que se encontrava apaixonado e sentia-se  medo ao mesmo tempo, de não ser aceito pela sua menina.. Mais isso não deixou que ele  não ficassem contente  e desse salto enorme pela porta a fora. Chegando ao céu . Sua felicidade era tão radiante que passava pelos seus olhos. Aquilo que ele estava sentindo naquele momento.
Assim voltando a noite para  a casa vermelha de onde  ele encontrava os amigos muitos bebados. Comentou que estava apaixonado todos achou um ótima noticias e diz: você está bem melhor agora  e  todos ali  bem curiosos queria saber  por quem ele tava apaixonado?
Mesmo não tendo muito tempo para pensar na sua resposta ele falou estou apaixonado pela linda e adorável princesa branca que a muito tempo tira o meu sono. 
E todos indagaram de uma só vez,  isso não pode ser. Um sapo monstrinho não pode estar apaixonado por uma princesa branca,  até porque você é verde  e ela é branca. Mais o sapo não se importava com aquilo porque para o amor não existem cor. O sapo não saber escrever, mas ele saber fazer como ninguém todas as pinturas de sua princesa branca a menina de seus olhos. Assim ele volta para sua casa é em seu quarto desenha sua amada em tom de azul, vermelho e muito verde são as cores que ela mais gosta.  Á noite já quando estava escuro o sapo saiu com a sua obra de arte e enfiou debaixo da janela da sua princesa. Assustando por ela acender a luz do seu quarto ele saiu desesperado com a emoção no coração que batia com toda a força.
E sua princesa ao ver aquela obra de arte sem saber quem tinha deixado ali ficou muito admirada pelo talento do sapo.  Quem será que tinha me mandado essa linda pintura? Exclamou, e assim a pendurou na sua parede do seu quarto e todo dia quando ela chegar do trabalho é a primeira coisa quer ver na sua frente.
Só que o sapo monstrinho não parou por ai no dia seguinte ele colheu um belo ramo de flores. Para oferecer a sua amada só que quando chegou na porta ele não teve coragem para  enfrentar  pôs as flores  na mesa do seu pc e fugiu o mais depressa que pôde. Só que ele não fazia idéia que sua princesa é alérgica a flores que o seu pólen tinha levado ela passar dois dias internada. E todos se perguntavam quem tinha deixado aquelas flores ali isso seria um mistério.
E assim continuaram as coisas , dia após dia o sapo sem conseguir arranjar  coragem para falar com sua princesa.
 Sentindo culpado e sem coragem para enfrenta as coisas de frente  ele ficou cada dia mais triste e perdendo assim o seu apetite. e não conseguindo  mais dormir a noite  as coisas continuaram assim por semanas.
O que ele teria que fazer para mostrar que havia gostado dela?
 Ele saberia que tinha que fazer algo quer só ela sabia, seria então assim a maneira dele  dizer a sua amada  que sempre estiver ao seu lado e  sabia de tudo que sua  princesa  andava  fazendo aquelas doces travessuras por esse mundo a fora.
Mais tudo isso não é o suficiente será que  nunca passou pela cabeça que estar deixando cada dia sua princesa, mas confusa?       
  Ele decide fazer algo que ninguém seja capaz de fazer. Chamando  atenção de sua princesa o tempo todo.  Só  assim ela vai ficar muito surpreendida e vai gosta ainda mais de mim. Só que ele não o imagina que sua princesa branca já o amar faz tempo.
A única coisa que ele deve fazer é salta cada vez mais alto até as nuvens e procura a chave do coração de sua amada que ela deixou cair no rio da paixão. Será que ele vai conseguir fazer isso? até porque até agora nenhum conseguiu pular tão alto assim.
E ele tinha razão nunca alguém saltou tão alto por ela.
O que terá esse sapo monstrinho? Mesmo super preocupada com ele ,ela questionou saltar assim é muito perigoso  mais ele não gostou  e acabou ficando magoado com ela.
 Mais  mesmo assim ela ainda tinha toda razão.
E sua teimosia era muito mais forte do que ela poderia imaginar ele queria ser visto por ela o tempo todo. E ás duas horas da tarde de um domingo, as coisas correram muito mal. O sapo estava  querendo dar o salto mais alto da historia quando perdeu o equilíbrio e deixou seus pés batendo no chão passando algo que a sua princesa jamais sonhava em saber. Que ele o amava tão loucamente em seu mundo de sonho. Mas naquele momento ela parou tudo e questiona?São meus movimentos de quando estou muito chateada com alguém. uma coisa você tem quer saber meu sapinho é que  a princesa está aqui pronta para sempre o ajudar a descobrir novos rumos. pode  até dizer  que não poderia haver amor em um sapo monstrinho verde, e uma princesa branca?
 Só que  o amor não conhece barreiras
Ele o desafia o tempo todo.
Uma ótima tarde amoré..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.