2 de fevereiro de 2011

Como não pega a estrada com o nosso monstrinho de estimação do lado.

O meu monstro, então tu não vês que isso é um disparate? Ainda assim fizeste um ótimo trabalho!
Quantas palmadas nas mãos já não levei, quantas vezes esse monstrinho já não aqueceu o coração de alguém. Era um ponteiro certo nas festas adoçando a vida daqueles que estava por lá. Foi assim que me lembrei da minha tia avó em Portugal.
Para ela eu era um monstrinho devido ela não suportar criança e o medo terrível que eu tinha dela tudo isso porque um dia entrei no banheiro e lá estava aquela senhora assustadora com uma dentadura na mão sair apavorada daquele banheiro para nunca mais volta.

E para minha surpresa depois de quase 24 anos reencontro aquela senhora alias a minha tia avó ao chegar na casa dela na ilha da madeira a primeira coisa que vejo foi essa foto na sua sala principal.
Parei e questionei para mim mesmo como alguém que dizia não gosta de  criança viveu  sua vida toda seus exatos  24 anos olhando para uma foto de uma criança que ela considerava ser um monstrinho.
Como o destino é bem irônico?.  
Fomos apresentados aos parente dois quais eu nem sabia das suas existências e naquela tarde pela primeira vez eu sou chamada pelo meu nome. Com um sotaque de baiano misturado com dialeto da língua portuguesa e eu cair na risada os meus amigos ficou todos sem reação da minha crise de riso.
Eles não entendeu muito bem  e acharam que eu estava caçoando da minha tia na verdade não foi bem isso é que achei lindo ela falando . E não deu para segura o riso.
         
Como também deu para observar os seus costumes um dele é o cultivo da banana junto ao  alho.

Depois que todos estavam acomodados e cada um mais louco que o outro para sair e conhecer o local. dirijo até a porta principal afim de abri-la quando de repente dou de cara com uma senhora na porta eu querendo sair e ela entrar. Cumprimentei só que  para minha surpresa nenhuma resposta foi obtida..
Sair sem reação e ainda comentei com meus amigos vixe que senhora  mau educada. Nem falou comigo e ainda mim olhou de uma maneira tão estranha que parecia quere devora-me  com os  seus olhos.
O passeio em sim não demoro 4 horas e quanto retornamos ela se encontrava sentada  bem aquecida no sofá. Tonei a falar com ela e a mesma resposta a indiferença.
-Eu não é possível uma coisa dessas  questionei novamente  com os amigos ela só pode ser auditiva e comecei a fazer os sinais na tentativa dela me responder. Nada.
 De repente um rapaz muito belo por sinal entrou casa adentro e- falou: você têm que permitir ela falar com você.
 E u estava sendo hipnotizada pela sua beleza  e pela sua voz que soava tão delicada ao meus ouvidos. E digo mais eu era capaz de  ficar  a noite toda a escutar  aquela voz tão romantica durante horas  mais fui acordada por um devaneio baiano e  respondi: com  aquele  tipo  de biquinho, como assim?. Então ele passou a conta a historia daquela senhora. (Que por sinal era sua própria mãe).

 Ela era uma viúva e que tinha o hábito de falar quando li dava autorização sua vida toda foi assim calada ate com o próprio filho o “encantado”. Nome que eu dei para aquele jovem rapaz que passou a ser o nosso guia.  A moral da historia e a seguinte ela queria autorização para pode falar e foi isso que eu fiz a autorizava a fala toda hora. Alias ela não podia passar por mim que eu logo falava a senhora esta autorizada a mim contar suas historia e cada historia meu deus.. na verdade já fazia tantos anos que ela se encontrava em seu próprio mundo fechado que aqueles 5 dias foi como se ela tivesse vivido seus 55 anos com sua melhor amiga e não parou mais alias  parecia um papagaio.   
Para mim foi uma experiência única  e a cada descoberta que fazia me renovava a alma de um povo tão simples e humano .
E voltei para casa com aquela Fraser da minha tia avó ( que o monstrinho dela tinha crescido e se tornado uma linda mulher)
Não sabendo ela que naquele momento. (ser chamada de monstrinho me aquecia o coração! E aqueleas flores e o ponteiro sobre os meus dedos era o mais doce das festas!
  Nem todos hábito pode ser tão estranho assim basta cada um da a oportunidade em quere  saber o que se passa em cada coração desses que muitas vezes não estão habituando a  ser invadido pelo amor.
Amanhã tem mais coração bjs!!..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.