31 de dezembro de 2010

Lição para 2011.

Hoje terminamos juntos mais um ano, foi um ano de muitas realizações, alegrias
E tristezas, mas se chegamos até aqui é porque mesmo com todas
as dificuldades que a vida
Apresentou-nos fomos capazes de tudo superar
e com elas aprendemos muito e principalmente crescemos interiormente.

Mas nós que hoje estamos aqui perante esta passagem
Maravilhosa
deixamos que junto a ela nos despedisse de todas as nossas tristezas,
derrotas, desânimos, dores, lágrimas e tudo aquilo que nos fez sofrer
e que fazemos questão de esquecer, pois, ninguém vive do passado.

Vamos sim acreditar que agora é tudo novo e a nossa vida também,
tudo será diferente para melhor, muito melhor porque somos nós
que dizemos o sim e o não em nossas vidas
 e são estas duas
palavrinhas que escrevem o nosso destino.
A lição que aprendemos aqui nesse cantinho em  2010..
Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída.
Aprendemos também que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.
Aprendemos que perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa mente.
Aprendemos que é necessário um dia de chuva para darmos valor ao Sol, mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.
Aprendemos que heróis não são aqueles que realizam obras notáveis, mas os que fizeram o que foi necessário e assumiram as conseqüências dos seus atos.
Aprendemos que, não importa em quantos pedaços nosso coração está partido, o mundo não pára para que nós o consertemos.
Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.
Aprendemos que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de nos fazer felizes. Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.
Aprendemos que o que faz diferença não é o que temos na vida, mas quem nós temos. E que boa família são os amigos que escolhemos.
Aprendemos que as pessoas mais queridas podem às vezes nos ferir. E talvez não nos amem tanto quanto nós gostaríamos, o que não significa que não amem muito, talvez seja o máximo que conseguem. Isso é o mais importante.
Aprendemos que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.
Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale a pena é construir o futuro.
O nosso futuro ainda está por vir.
Então aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos.
Portanto pensemos bem antes de usá-las. Vamos acreditar, vamos ter fé
e é claro vamos também fazer por onde para que tudo isso se reverta
em muita saúde, paz, felicidade, prosperidade, fraternidade e amor,
muito amor. Para nós nossos amigos, nossos familiares
e para você também meus amigos virtuais.

Que as bênçãos de Deus caiam sobre você e todos os seus familiares.
São os votos dessa sua amiga walleska  Oliveira..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.