16 de novembro de 2010

Não tem como não vim visitar um dos pulmões verde da capital Paulistana.

Sou uma baiana perdida hoje no Parque do Ibirapuera mesmo com o tempo não ajudando muito este é um dos motivos que eu adoro sair para um lugar assim, sei que não se parece em nada com salvador, não é melhor nem pior, é simplesmente diferente, mas tenho que ser justa o lugar é lindo e perfeito para eu termina a minha leitura do livro Última Música em paz sentada na grama em plena terça feira. Adotei uma arvore como o meu cantinho da natureza tentando assim sair um pouco da confusão que não estou muito habituado a ver e enfim terminei o livro.

Não tem como não vim visitar um dos pulmões verde da capital Paulistana.
E assim que estou tentando posta algo, ou seja, estou me deliciando com a bela e ilustre natureza.

E algo veio a minha cabeça como a sociedade brasileira assimila a idéia de uma riqueza natural? Como as árvores, flores e plantas como seres vivos, que na realidade sejam seres aos quais colaboram para que as pessoas possam ter mais facilidade para respirarem. Será que a qualidade de vida não é essencial?Portanto, vivamos a cada instante em favor da preservação do meio ambiente.

Apesar de tanto questionamento, realizei uma caminhada próximo ao lago, com o cantar dos pássaros e a companhia dos patinhos. Teve até um que atravessou o meu caminho. Aproveitei o Maximo a pistas de ciclismo com o meu pai... Nós parecíamos duas crianças, ou melhor, como uma senhora falou vocês forma um lindo casal.. – hum e ne obrigada mais ele é o meu pai... A senhora pediu desculpa pela confusão e falou: poxa nunca vir uma união assim de pai e filha lindo estão de parabéns pelo amor e respeito que demonstra um com o outro.

Depois dessa caminhada toda me encostei a uma barraquinha onde estou escrevendo esse post agora.
A vendedora muito simpática conversadeira, juntou eu e meu pai que não gosta de conversa pouco, isso tem historia para uns dois dias rsrsrs...
Ainda mais sabendo que ela e baiana mais que justo adorei... Isso é uma troca de informação maravilhosa.

Voltando ao livro Última Música de – Nicholas Sparks..
Esse livro conta história sobre família, amizade, amor, amadurecimento e especialmente sobre como perdoar e recomeçar.
Onde muitas das vezes nós passamos por situações de vidas e muitas dessas nossa cabeça é vira para baixo. E deparamos com pessoas distantes e muitas dessas têm magoa daqueles que ti deu a vida..
Rejeitando assim toda e qualquer tentativa de aproximação. na verdade temos que aprende a baixa a guarda e começa se apaixonar-se profundamente por uma nova experiência que são lhe proporcionado você vera uma imensa felicidade que jamais sentiu .

Pois o livro conta uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão. O primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão - A Última Música demonstra com, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

Mais do que justo esta aqui nesse lugar lindo com o meu velho esse que sempre me ensinou a ser essa mulher que sou hoje, mesmo doidinha mais com uma compreensão das coisas a sua volta. Acreditando que o amor e a educação podem mudar o ser humano..
Amores deixar ir aproveita o passeio com o meu general porque mais tarde tenho que volta para Salvador para o trampo, pois estarei de volta a sp no dia 21/11 para o show de Paul McCartney.
Amores beijos..

Até!!! ....



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.