22 de setembro de 2010

É assim que são as coisas!....

Oi meu lindo não sei você mais eu procuro aumentar a minha sensibilidade através do ritmo orgânico de todas as coisas a minha volta.


Póis é, o meu leão é azul. E porquê azul, quando foi que você viu um animal azul?os leões, nunca foram azuis. Precisamente porque a cor teria um papel independente da natureza. O azul, o vermelho, o amarelo, o preto, são cores com vida própria, não descrevem simplesmente uma cena. E assim foi simplificando as figuras, definindo-as por camadas fortes de cor, as quais parecem ter sido cortadas e agrupadas depois.

O leão ergue-se mais como uma escultura de pedra do que como um animal vivo. É a epítome de um tigre. A mesma simplificação na forma e na cor. Preto, branco, amarelo dourado. Tudo está centrado no seu olhar feroz. Haverá ideia mais misteriosa, do que a forma como a natureza se reflecte nos olhos de um animal?

O tigre mantém-se pronto para saltar. E contudo, observando com atenção o quadro, nenhuma das suas formas é tratada em termos de membros e de músculos, mas quase de uma maneira abstracta, como os pedaços de vidro colorido de um vitral medieval, como se a luz atravessasse, vinda de trás, as barras de chumbo.

Copiar a natureza, ou  subestima a inteligência do homem ou destruí-la, a fim de mostrar as poderosas forças que surgem por trás da bela aparência das coisas E é também um mundo de sonho que parece excluir a espécie humana. A esse propósito, o tigre contém premonições da terrível guerra que estava por vir. A selva humana encontrava-se cada vez mais próxima.

Não sei renúnciar as coisas que aprendi a amar. É  eticamente indispensável respeitá-los.
Não se pode dizer o que é a vida, de que forma a Fortuna ou o Destino tratam as pessoas senão contando a sua história. Em geral, nada mais se pode dizer que “sim, é assim que vão as coisas.” Nestes últimos meses, pensei muitas vezes a propósito de mim: livre como as folhas ao vento. Claro que isto só em parte é verdade, pois há ainda todo o peso do passado: “ Como Há todo este peso, que uma carga de lenha, aos nossos ombros, é preciso suportar, em resumo, recordar.”

As coisas são assim. Cada um pinta o seu leão da cor que convem. E acima de tudo respeitar os direitos humanos é fundamental..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.