27 de agosto de 2010

Situações difíceis do ser humano.


Meu amigo veja em que ponto você chegou em sua vida, já faz dois anos que você passa por esse cantinho e ainda continua se sentido sozinho?

Como isso pode acontecer com alguém, se ao nosso redor sempre temos pessoas para conversar, compartilhar idéias e opiniões, seja no trabalho, na faculdade, na vizinhança? Mas na sua mensagem, você diz tudo. (Você se sente sozinho), mas isso não significa que você realmente esteja sozinho. Esta é uma visão precipitada de como você está vivendo.

Quando você se sente sozinho, não é culpa dos outros, mas é culpa sua. Como assim? Você se sente sozinho porque procura se distanciar dos outros. Você acha que aquelas pessoas não devem ficar próximas de você, porque não ligam para o que você está passando. Acha que as pessoas são indiferentes a sua situação, mas elas nem sequer sabem o que você está passando. Por que culpá-las então? Por que não reconhecer que está se fechando para o mundo que está todo aberto para você? Você acaba achando que sozinho estará melhor, já que ninguém pode lhe ajudar, mas assim você se isola ainda mais. Percebe que você não está bem? Você não assume que o problema está em você. Por que ficar parado? Você está esperando que as pessoas do nada venham lhe visitar e dizer o quanto você é importante? Por que não procurar nas pessoas a importância que você tem para elas? Você pensa que as pessoas te reprovam, mas é você que está reprovando as pessoas.

Todos nós temos importância. Todos nós temos muito que aprender e ensinar. O isolamento é decorrente de uma fase negativa, aquela em que você acha que nada dará certo para você e que as pessoas não se importam. O lado bom de tudo isso é que esta fase passa e sairemos fortalecidos. Então, o que fazer para que ela passe? Você deve buscar ajuda dentro de si mesmo e perceber o quanto você é especial. Verá que uma pessoa como você jamais poderá se sentir sozinho, que os amigos que você tem, sejam poucos ou muitos, gostam de você justamente do jeito que você é e porque encontraram em você coisas que não encontraram em outras. Está vendo como você não é uma pessoa comum? Você pode até se sentir sozinho, mas lembre-se que você é único, dentre todas as pessoas deste mundo. Isto é maravilhoso. Abandone essa solidão imaginária e dê a verdadeira importância para si mesmo, cada dia mais.

Todos nós passamos por momentos de solidão, de angústia, de medo. Ninguém, absolutamente ninguém está livre de passar por isso. Mas se não usarmos estes momentos difíceis para crescer, para nos fortalecer, sofreremos do mesmo mal novamente e com a mesma intensidade.

E aposto que não e isso que você quer para sua vida querido.
É duro ter esta consciência, mas todos nós ainda passaremos por muitas situações difíceis até o resto de nossas vidas. Mas se tivermos as ferramentas necessárias para alivia essa solidão você tira tudo isso de letra.

Se colocar no lugar do outro às vezes nos faz perceber que não somos somente nós que temos problemas. Às vezes criticamos duramente algumas pessoas que erram, mas que erram por que estão com problemas, estão solitárias, indefesas. Elas podem estar sem um rumo bem definido, naquele momento. Será justo despejar agressão sem analisar a situação do outro?

Amar é permitir sempre, amar é deixar que o outro vá - ou que fique, se assim o desejar. Amar é ter um respeito absoluto pela própria liberdade e pela liberdade do outro. Amar é compreender sempre. “E isso não significa apenas entendimento racional, vai além, muito além: Amar é reconhecer afetuosamente o direito que o outro tem de fazer suas escolhas.”

(Mesmo que essa escolha eventualmente me exclua.)

Quem não concorda com tal idéia de amor não merece o meu.
Aliás, recuso terminantemente o eventual amor de quem não ama a própria liberdade antes mesmo de me amar.
Porque o amor tem que ser livre - em todos os sentidos.
E toda mudança, você sabe, requer um plano.

Algumas vezes, plano esboçado em folha de papel, e outras vezes, plano intuído no cérebro do homem. Mas a mudança mais gostosa é aquela que requer apenas um plano inclinado, por onde a gente escorrega em óleo de amêndoas como se fosse ao corpo de um grande amor, desliza até a borda - e então salta feito Ícaro em direção ao vazio do belo escuro profundo da vida.

“Quando as coisas resistem às idéias e o mundo resiste aos sonhos - não devemos mudar de sonhos, nem mudar de idéias: temos é que mudar de coisas ou mudar de mundo.”
Capítulo inicial do livro "Solidão a Mil.")

Só sei de uma coisa aqui nesse cantinho não tem como você ainda continua se sentindo sozinho.
♥♥♥ Amigo Um Forte Abraço ♥♥♥!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao meu cantinho.Regras para comentários
1. Comentários postados sem nome não serão mostrados.

2. Comentários com perfis sem acesso ao público também não serão mostrados.

3. Comentários ofensivos não serão mostrados. Ninguém é obrigado a permitir falta de educação.

4. Se você sofre de analfabetismo funcional, então nem leia os textos, pois com certeza não vai entender o que está escrito e seus comentários não serão de acordo com o assunto.

5. Resumindo: se quiser debater e discordar de mim, esteja à vontade. Mas peço gentilmente que seja um debate civilizado. E se você não tem coragem de mostrar quem é, melhor ficar no anonimato e procurar outro blog.

6. A sua liberdade termina onde começa a minha, certo? Se não, qualquer um faria o que desse na cabeça. Assim como cada um deve respeitar o dono da casa ou a soberania de um país, aqui você deve agir da mesma forma.! Ok
OBS: Se seu comentário não foi publicado é porque você não conseguiu adoça o meu cantinho. Não alimente a derrota continue tentando.